segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Vencedor da "Look Battle" Fashion Awards Portugal 2011

Depois de ter analisado várias participações, cheguei a uma decisão final. Escolhi o grande vencedor da Look Battle, que esteve a decorrer durante alguns dias. Como vocês sabem, o prémio é um convite duplo para a cerimónia dos Fashion Awards Portugal 2011, que decorrerá, na quinta-feira, dia 3 de Novembro, no Teatro Tivoli, em Lisboa. Para o ganharem, os concorrentes tinham de me enviar um look que considerassem adequado ao evento em questão. No entanto, só havia lugar para um vencedor. Assim, e como já referi anteriormente, analisei detalhadamente todos os looks (alguns deles excelentes!) e, depois de algumas horas, cheguei a uma conclusão. Tendo em conta a criatividade e a ousadia do look criado pela AnaLu Vasconcelos (montagem feita à mão!), decidi apontá-la como a vencedora do passatempo! 

O look criado pela AnaLu Vasconcelos pode ser visto neste post, no lado direito. Cliquem na imagem, para aumentar.

Parabéns, AnaLu! :) 
Fica atenta à tua caixa de correio electrónico.

domingo, 30 de outubro de 2011

Vamos não deixar este blog sem posts, etc.

Peço, desde já, desculpas, pelos lazy ass posts que tenho feito. Basicamente (e como sempre), muitas coisas para fazer para a faculdade + nada de excitante a acontecer no mundo da moda (Vem, Janeiro, vem!). Este post, para variar, não vai ter muito conteúdo. Escrevo-o apenas, porque não quero deixar este espaço demasiado desactualizado. Soooo, amanhem-se com mais um post curto.

Aparentemente, ando obcecado com duas coisas: Yves Saint Laurent e Sunspel.  

Why? I don't know exactly.

Tenho andado a apreciar imensas colecções e campanhas masculinas da YSL, no Style.com e no the Fashion Spot, desde quinta-feira. Gosto, particularmente, da campanha F/W 10/11 da YSL, na qual o Adrien Sahores e a sua cativante unibrown são fotografados por Kacper Kasprzyk (loving his work!). Muito elegante!

No que toca à Sunspel, visitas ao site oficial da marca britânica também se têm tornado num ritual diário. Uma t-shirt "rosa pálido" tem-me chamado à atenção. Vocês sabem que eu adoro t-shirts lisas... Por qualquer razão, acredito que a cor desta combina, na perfeição, com o meu tom de pele de morto.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

"Luxury has changed a lot. In the past it was eating in a three-star restaurant. Now it’s eating home-grown vegetables in a garden or somewhere on a mountain, or going to a small cottage where you find handmade cheese, and just having a taste of that in open air, that’s luxury now. In fashion it’s a bit the same. In the past, haute couture was luxury. And now finding a sweater in hand-spun cashmere somewhere in the hills of Nepal is far more exciting and luxurious." - Dries Van Noten

Fashion Awards Portugal 2011 - Nomeados para a categoria de "Melhor Marca International"

Já estamos em contagem decrescente para um dos eventos mais aguardados do ano - os Fashion Awards Portugal 2011! A cerimónia, que tem como principal objectivo homenagear e reconhecer os profissionais da área da moda que mais se destacaram ao longo ano, é sem dúvida importante, na medida em que promove talentos e fomenta interacções, num mundo que só parece funcionar a alta velocidade.

Hoje, vou escrever sobre as três marcas nomeadas para a categoria de Melhor Marca Internacional dos Fashion Awards Portugal 2011 - Diesel, Lacoste e Prada. As três grandes marcas moda internacionais, que mais influenciaram o público português, nos últimos tempos. Para qual delas irá o prémio? Apostas?

Diesel
A Diesel é uma marca italiana fundada em 1978 por Renzo Rosso e por Adriano Goldschmied. Em 1985, Goldschmied deixou a marca e Rosso passou a ser o responsável total pela empresa. Neste momento, a Diesel é conhecida sobretudo pela sua produção de jeans e pelas suas divertidas e, por vezes, chocantes campanhas. Ao longo dos anos, esta marca, geralmente associada a um público jovem e ousado, tem desenvolvido parcerias com outras grandes marcas internacionais, como por exemplo a Adidas. Em 2007, foi lançada a Diesel Black Gold, destinada a produzir colecções de luxo (desenhadas por um só designer), que pudessem desfilar nas grandes semanas da moda internacionais. Neste momento, os desfiles da Diesel Black Gold acontecem em Nova York. Sophia Kokosalaki é a designer. A Diesel está ainda associada a campanhas de caridade e ao grande evento que é o International Talent Support, que tem como principal objectivo dar visibilidade e apoio financeiro a jovens talentos.

Lacoste
A marca francesa, conhecida internacionalmente, sobretudo, pelo seu logótipo (o crocodilo) e pelo seu vestuário de inspiração sportswear, tornou-se ainda mais relevante para o público português, desde que Felipe Oliveira Baptista foi apontado como seu designer e director criativo, em 2010. A primeira colecção do designer português para a marca francesa foi apresentada, no mês passado, em Nova York. Vejam as fotos aqui. As críticas foram muito positivas. Espera-se, agora, um novo rumo, menos convencional, para a Lacoste.

Prada
I mean, PRADA! Ninguém fica indiferente a este nome. Mesmo as pessoas que não se interessam pelo mundo da moda sabem que a Prada é uma marca importante. Cultura geral, I guess... Anyway, a marca foi fundada em 1913 por Mario Prada. Miuccia, aquela personagem mística, aquela força criativa, que todos nós conhecemos, só se tornou responsável pelo negócio em 1978. Em Portugal, existe uma loja da marca italiana, inaugurada no ano passado, na Avenida da Liberdade, em Lisboa. Nesse mesmo ano, Prada ganhou o prémio de Melhor Marca Internacional, na primeira edição dos Fashion Awards Portugal.

Qual destes grandes gigantes irá receber o prémio de Melhor Marca Internacional, nesta edição dos Fashion Awards Portugal? Querem tentar adivinhar?

Os vencedores serão divulgados na cerimónia dos Fashion Awards Portugal 2011, que irá acontecer no dia 3 de Novembro, no Teatro Tivoli, em Lisboa.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

IKB (International Klein Blue)

Através de uma exposição na Galerie Emmanuel Perrotin, em Paris, Takashi Murakami está a homenagear Yves Klein, uma das figuras mais importantes da arte europeia após a Segunda Guerra Mundial. Klein é conhecido, sobretudo, pelas suas obras monocromáticas, desenvolvidas numa tonalidade de azul patenteada pelo próprio artista - IKB (International Klein Blue). Algumas imagens da exposição, que exibe não só trabalhos de Murakami, mas também de Klein, podem ser vistas aqui.

O International Klein Blue é, de facto, uma cor lindíssima. Constato que no meu guarda-roupa e neste blog, tonalidades semelhantes são uma constante. Na montagem acima, podem ver um dos quadros de Murakami disponíveis na exposição anteriormente referida, três obras de Klein (vejam todo o seu trabalho aqui), uma imagem da campanha S/S 2007 da Jil Sander (Clément Chabernaud fotografado por Willy Vanderperre, claro!) e uma fotografia de um erro do sistema operativo Microsoft Windows

Uma homenagem (não tão boa como a de Murakami), que este blog faz a Yves Klein.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Fashion Awards Portugal 2011 - Look Battle


Este ano, os Fashion Awards reservam uma surpresa aos leitores do Artur In The Woods. Qualquer um de vocês, ao participar num simples passatempo intitulado Look Battle, poderá ganhar um convite duplo, para uma das noites mais aguardadas do ano - a cerimónia de entrega dos prémios Fashion Awards 2011.

Em que consiste o Look Battle? Simples. Vocês, através da plataforma Polyvore (ou outro mecanismo semelhante), criam um look que consideram adequado para uma cerimónia como os Fashion Awards. Pode ser um look masculino ou feminino.

As vossas propostas (mal posso esperar para vê-las!) deverão, depois, ser enviadas para o e-mail arturinthewoods@gmail.com, até ao dia 28 deste mês, juntamente com o vosso nome e morada.

Não se esqueçam de clicar em "gosto", na Página de Facebook oficial dos Fashion Awards Portugal.

O nome do grande vencedor será anunciado, aqui no blog, no dia 31 do presente mês.

domingo, 23 de outubro de 2011

COS F/W 11/12

Tempo para falar, de forma rápida, sobre este lookbook impecável. Vejam-no completo aqui. Peças elegantes, cores lindíssimas. Atenção ao detalhe. O clássico moderno. Um pouco de Raf Simons aqui, um pouco de Acne alí... Esta colecção da COS, ideal para todo o Outono e Inverno.

sábado, 22 de outubro de 2011

Ainda a propósito daquele post/jogo das perguntas... Uma pessoa muito simpática fez-me três questões rápidas, de forma anónima. Apesar de já estar um bocadinho atrasado, vou respondê-las, agora.

Sasha Pivovarova ou Gemma Ward? Isso é o mesmo que me perguntarem "Mewto ou Mew?". haha Gosto das duas, mas prefiro a Gemma Ward. Tem uma beleza mais soft e irreal.

PS1 ou Mulberry Alexa? Isto é uma pergunta retórica, certo? A julgar pelos infindáveis posts sobre Proenza Schouler, que existem neste blog, é óbvio que eu prefiro a PS1.

Riccardo Tisci ou Nicolas Ghesquière? Esta pergunta é difícil de responder, porque gosto imenso dos dois. Mas, escolho o Riccardo Tisci. Para além de adorar as suas criações, já li imensos artigos e entrevistas sobre ele e acho que a sua história de vida é fascinante. Também gosto imenso da sua personalidade.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

@iamtheREALAutumn

Ouvi dizer que o Outono vai "começar" a partir de domingo, por isso, comecei já a preparar uma lista de coisas que gostava de ter para essa altura do ano. (Eu sei que já estamos no Outono...). Algumas dessas coisas tenho a certeza que vou conseguir adquirir, outras nem por isso.

Um look completo da colecção F/W 11/12 da Jil Sander. Uma colecção fantástica, não acham? Gosto sempre de revê-la através do vídeo do desfile. A banda sonora é perfeita (tirada do filme The Social Network). Mesmo o espaço em que o desfile aconteceu, aquela madeira a contrastar com as cores da roupa... Gosto mesmo muito. Também gostava de ter várias peças da colecção F/W 11/12 do Raf Simons, sobretudo aquela camisola com um padrão preto e branco. Lá está, outro desfile muito bom, com uma banda sonora deliciosa (Roman's Revenge da Nicki Minaj com o Eminem). No que toca a acessórios, uma mala da colecção F/W 10/11 da Prada era o ideal. O padrão, tipo camuflado, faz-me lembrar as folhas das árvores secas caídas no chão.

Este Outono, tal como (quase) todos os outros que já vivi, vai obrigar-me a passar várias horas dedicadas ao estudo. Não há muito tempo para o lazer. Internet, revistas e filmes são as distracções ideais para os "intervalos". Estive a folhear a nova edição da The Gentlewoman (revista associada à Fantastic Man) e vi editoriais maravilhosos e entrevistas feitas a pessoas interessantíssimas. A must buy, sem dúvida. Além disso, ela tem aquele design retro que eu adoro! Há uns dias atrás, pus a gravar um filme que já devo ter visto umas 4 vezes - Riding In Cars With Boys. É uma comédia dramática de 2001, supostamente de série B, mas como eu gosto mesmo do filme, é como se fosse um "quase nomeado pela Academia". :)

Fashion Awards Portugal 2011

A cerimónia dos Fashion Awards Portugal 2011 acontece já no próximo dia 3 de Novembro, no Teatro Tivoli, em Lisboa. Está quase! Fiquem atentos, porque, em breve, serão divulgadas várias novidades acerca do evento, das quais tenho a certeza que muitos de vocês irão gostar. Visitem a página de facebook oficial do evento e cliquem em "gosto". Aproveitem e deêm uma olhadela no site oficial do evento, que neste momento já se encontra online!

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

E porque, hoje, este blog está numa de economia...

Fico feliz, por saber que o grande boom da Proenza Schouler ainda nem sequer aconteceu. Para quem não sabe, 45% da marca fundada pelos jovens designers Jack McCollough e Lazaro Hernandez foi comprada, recentemente, por Andrew Rosen (fundador da Theory e executivo da Helmut Lang), com o apoio de alguns investidores nova-iorquinos. Prevê-se que Proenza Schouler venha a crescer ainda mais, agora que os contratos já foram assinados. Jack e Lazaro parecem contentes com o rumo que a marca está a tomar. Em Agosto, foi anunciado que os designers já estão a desenvolver uma linha jeans, que será lançada em Dezembro, ou Janeiro de 2012. Agora, é aguardar pelo menswear...

Nada de novo, mas é interessante observar este desenvolvimento económico, que contrasta com a realidade actual da Europa e dos Estados Unidos.

PRADA prevê que as suas vendas venham a triplicar, nos próximos 2-3 anos, na China. A América do Sul também começa a ser vista como um potencial de crescimento de vendas. - Reuters

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Resposta a algumas perguntas que me fizeram

Isto tem a ver com isto.

O que é que achas das colecções desenhadas por celebridades? (Por exemplo Kanye West). 
- Enviada por Anónimo
Geralmente, não gosto delas. Na minha opinião, são raras as histórias de celebridades que se lançaram no mundo da moda como designers e que resultaram bem. O Kanye West não está incluído nessas narrativas. A sua colecção de estreia não foi nada de especial. Demasiado hype e pouca qualidade. De qualquer forma, foi a sua primeira colecção. Podia ter sido pior... Existem casos profundamente infelizes de celebridades que tentaram a sorte no mundo da moda. Lembram-se da Lindsay Lohan para a Emanuel Ungaro? Pois. Também não acho muita piada às criações da Victoria Beckham. A Chloë Sevigny tem uma grande sensibilidade para a moda, mas as suas colecções para a Opening Ceremony não me costumam cativar. Acho que o único caso bem sucedido no panorama celebrities turned fashion designers é mesmo a The Row, das gémeas Mary-Kate e Ashley Olsen. Costumo gostar das suas colecções e elas parecem investir a sério na marca.

Se pudesses ter uma peça de uma grande marca, para este Outono/Inverno, qual seria e porquê?
- Enviada pelo Zé (thebeautifulissue)
Qualquer uma das peças com prints de rottweilers da colecção da Givenchy. Gosto delas, principalmente, porque são "vestíveis", práticas e porque se adaptam ao meu estilo. Além disso, na minha opinião, foram as peças masculinas mais marcantes da estação. Gosto de coisas que ficam na memória... haha

Gostei das tuas críticas sobre os desfiles da ModaLisboa e acho que fizeste uma boa cobertura, mas achei que só falaste daquilo que gostaste. Estava à espera de críticas mais mordazes. Não houve nada que tu achasses mal? Btw, gostei das fotos que tiraste. :)
- Enviada por Anónimo
Obrigado. Well, se eu não falei de alguma colecção no blog foi porque não gostei dela. Não é só em relação à ModaLisboa que isto acontece. Em todas as ocasiões, eu prefiro focar-me nos aspectos positivos, não mencionando os negativos. Qual seria o objectivo de falar mal de uma colecção? Nenhum, a meu ver. Por outro lado, falar bem das coisas motiva as pessoas envolvidas! Penso que às vezes as pessoas esquecem-se de que isto é um blog e não um jornal. Eu não sou pago para constatar factos, independentemente de serem bons ao maus. O meu objectivo é criar um espaço que me deixe feliz, por isso, só falo de coisas que me deixam feliz. Obrigado, mais uma vez! :)

Qual foi a última revista que compraste?
- Enviada por Joana
Eu já não compro revistas há algum tempo... Já não sei se foi a última edição da Dazed & Confused (com o Riccardo Tisci na capa) ou se foi a Fantastic Man (com o Raf Simons na capa). Uma dessas, foi de certeza.

Podem continuar a enviar-me perguntas, aqui!

Perguntem-me coisas!

Uma vez que ando muito ocupado com a universidade e nada de relevante tem acontecido no mundo da moda, achei que alguns "posts de perguntas e respostas" (tipo este) seriam interessantes para dinamizar o blog. São giros, não consomem muito tempo, mantêm-nos entretidos (a mim e a vocês) e o blog fica actualizado. Questões sobre o blog e/ou sobre moda serão as mais bem-vindas. As perguntas podem ser enviadas de forma anónima, através da "caixa" que se encontra abaixo. Let the game begin!... :)

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Quatro coisas que me inspiram

Na semana passada, a Joana Cabral, do adorável blog Menina Rapaz, convidou-me a fazer uma lista com quatro coisas que me inspiram, no âmbito do seu Projecto 4. O resultado já está online! Cliquem aqui, para verem as minhas escolhas. Obrigado, Joana. :)

sábado, 15 de outubro de 2011

Têm dinheiro para gastar e não sabem em quê? Eu tenho três sugestões. Ora vejam se alguma delas vos agrada...

Prada Tote. Há pouco tempo, estava a "passear" na e-store da Prada e encontrei estes adoráveis "totes" para homem. São fabulosos! Custam 290€. Agora, podemos ir com estilo aos mercados e supermercados, sem ter de pagar pelos sacos de plástico. Se não gostam destes "totes" da Prada, existem sempre os da Jil Sander.

Qualquer pessoa que conheça minimamente a história de vida da Maria Antonieta, ou que simplesmente tenha visto o filme da Sofia Coppola, sabe quem é Alex von Fersen. Uma personagem, sem dúvida, interessante. Para quem, como eu, gosta de sweaters simples em cinza e do filme anteriormente referido, esta peça parece perfeita! Custa 150€ e está à venda aqui, na ACNE.

A Apartamento é uma daquelas revistas que me deixam com um sorriso na cara. Nunca tive a oportunidade de folhear uma das suas edições, mas tenho visto capas e bocados dos seus conteúdos espalhados pela Internet. Foca-se em decoração e design de interiores, mas é anti-materialista, destacando-se de outras publicações relacionadas com o mesmo tema. Tem uma filosofia e direcção artística muito próprias. Gosto do seu design retro. Lembra-me a estética de outras grandes revistas como a Purple Fashion, Fantastic Man, The Gentlewoman, Butt e Hercules. Cada edição custa 12€, aqui.

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Lista de Nomeados dos Fashion Awards Portugal 201

Foram divulgados, hoje, os nomeados para as várias categorias dos Fashion Awards Portugal 2011. Como muitos de vocês já sabem, o evento vai acontecer às 21h do dia 3 de Novembro, no Teatro Tivoli, em Lisboa, e tem como objectivo homenagear e reconhecer os profissionais da área da moda que se destacaram ao longo do ano. A lista de nomeados é, então, a seguinte:

Melhor Criador:
Aleksandar Protic
Luís Buchinho
Nuno Baltazar  

Melhor Novo Talento:
Andreia Oliveira
Fernando Lopes/Hugo Veiga
Os Burgueses

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

novos affairs

São os meus "namoros" actuais. No sentido dos ponteiros do relógio: Um dos vários moodboards que resumem a essência da colecção F/W 11/12 da Whyred; Uns creepers "multicolor" da colecção S/S 11 da Prada; Calças, meias e sapatos da Céline (foto: Self Service); As duas capas da nova edição da revista HERCULES (Fall/Winter 2011/12), evocando uma estética de finais dos anos 80/princípio de 90. (Ando apaixonado pelo verde esmeralda).
Não consegui tirar fotografias no terceiro e quarto dia da ModaLisboa, por isso já não vão haver mais posts como este... Pelo menos, até à próxima edição da ModaLisboa, ou até ao próximo evento. Outra notícia não muito boa é que ando super ocupado com a faculdade, o que significa que os posts vão voltar a ser menos frequentes. Mas não se preocupem! Dou notícias, em breve. Além disso, actualizo quase todos os dias o meu Tumblr e a página de Facebook do blog.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Review dos desfiles do quarto dia da ModaLisboa (colecções S/S 12)

O último dia de ModaLisboa (o quarto) apresentou-nos algumas das melhores colecções desta edição. Vou falar apenas dessas, das que mais gostei: Daniel Dinis, Marques 'Almeida, Aleksandar Protic e Ricardo Dourado.

O primeiro desfile do dia foi o de Daniel Dinis. Não consegui assistir, porque cheguei super atrasado. Perguntei se tinham gostado, a algumas pessoas que estavam a sair da sala. Disseram-me que tinha sido um desfile diferente, original. Os modelos entraram despidos, apenas em roupa interior. A meio da passerelle encontravam um cabide com as roupas da colecção e começavam a vestir-se, em frente do público. Depois, desfilavam um bocadinho e iam-se embora. Quando cheguei a casa, fui ver as fotos do desfile e apercebi-me de que a colecção era pequena. No entanto, reparei que as roupas eram bonitas. Gostei imenso dos short shorts, dos acesórios e das calças em blocos.

É certo que eu não vi muitos desfiles na minha vida. Esta foi a segunda vez que fui a uma edição da ModaLisboa e na edição passada só cheguei a ir a um dia. No entanto, posso dizer que o desfile de Marques ' Almeida foi um dos espectáculos do género com mais atitude que alguma vez vi. A música era óptima... Fierce! Um remix com vocais da Santigold que pôs muita gente a abanar a cabeça e a mexer o pé. As modelos eram praticamente as mesmas que tinham desfilado para os outros designers, durante esta edição da ModaLisboa, mas mesmo assim, estavam diferentes, com mais atitude. Não posso dizer que a colecção em si me surpeendeu, uma vez que ela já tinha sido apresentada na London Fashion Week e eu já tinha visto as fotos. De qualquer maneira, gostei imenso de ver ao vivo aquelas peças, na sua maioria feitas de ganga. É curioso ver como uma colecção tão simples, pouco diversificada em termos de materiais e cores, pode ter um impacto tão grande. Pelo menos em mim, teve. Espero que a dupla Marques ' Almeida continue a ter muito sucesso e a apresentar as suas colecções na ModaLisboa.

Alguns looks da colecção S/S 12 de Marques ' Almeida

Gosto imenso do trabalho do Aleksander Protic, por isso, estava curioso, em relação à sua colecção S/S 12. Ao início, o desfile não me cativou. Não gostei daqueles looks vermelhos. Porém, assim que começaram a aparecer os looks "full white", sorri. Eram todos tão bonitos... Nota-se que Protic sabe usar pele. Adorei os sapatos e as transparências. Uma colecção agressiva, mas super elegante, ao mesmo tempo. Well done!

Alguns looks da colecção S/S 12 de Aleksandar Protic

Ricardo Dourado. Assim que apareceu a primeira modelo na passerelle, com um chapéu (um visor com duas palas meio transparentes de lado), pensei logo: "This gonna be good". E foi. Foi o melhor desfile desta edição da ModaLisboa, na minha opinião. A inspiração em sportswear convence-me sempre e esta colecção não foi excepção. Adorei os visors, o vestido que apresentava duas alças de uma mochila desportiva, que na realidade não existia, o calçado para mulher (fez-me querer experimentar um par) e o blusão transparente que fazia parte de um dos looks do Bruno Rosendo. Muito bom, muito bom...

Alguns looks da colecção S/S 12 de Ricardo Dourado

Podem ver as colecções completas, através de imagens publicadas no DAILYMODALISBOA, o blog oficial da ModaLisboa.

Photos: Arquivo ModaLisboa / Fotografia Rui Vasco

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Review dos desfiles do terceiro dia da ModaLisboa (colecções S/S 12)

O dia começou com o desfile de SAYMYNAME, marca criada por Catarina Sequeira. Uma colecção bonita, not over the top, que explorou uma paleta de cores que ia do verde pálido ao roxo e ao lilás, passando pelo camel e pelo azul petróleo. Gostei especialmente daqueles padrões abstractos que se viram em saias e vestidos (foto à esquerda).

Depois, foi a vez de Ricardo Andrez apresentar as suas propostas para a Primavera/Verão de 2012. Um dos desfiles pelos quais eu mais ansiava. Como sempre (e felizmente), inspiração em sportswear não faltou. Os prints eram adoráveis, especialmente, aquele a preto e branco, que apareceu numa sweater e num bodysuit. Aliás, por falar nesse bodysuit, devo dizer que gostei imenso dele e que acho que seria interessante vê-lo num editorial. É uma daquelas peças-chave da colecção, que tem tudo para se tornar "viral" (no sentido de ser requisitada para várias produções de várias revistas). Também gostei imenso das peças pretas de aspecto plástico - aquele blusão (aparentemente, sem mangas) é fantástico! No final do desfile, toda a gente admitiu que tinha adorado os sapatos e as malas que, aparentemente, resultaram de uma colaboração entre o designer e a Eureka.

Alguns looks da colecção S/S 12 de Ricardo Andrez

Não sou a pessoa mais fã do Filipe Faísca, mas o seu desfile foi bom de se ver. A música era boa (apesar da publicidade a uma estação de rádio) e o final foi divertido, como sempre, com a Flor a despir-se em frente aos fotógrafos e, mais tarde, a correr com o designer. Pelo meio, viram-se peças bonitas. Gostei das transparências.

Dawid Tomaszewski foi o designer polaco convidado a apresentar a sua colecção S/S 12 na ModaLisboa. Gostei. As modelos pareciam pequenas princesas a desfilar. As roupas eram femininas, soft e bem construídas. Uma colecção coesa, capaz de vender muito bem. Malas interessantes. À esquerda, o meu look preferido da colecção.

Quando o desfile da dupla White Tent terminou, muitas pessoas ficaram espantadas pela pouca quantidade looks, mas todas elas gostaram do que viram. A minha reacção foi semelhante. Peças práticas, de inspiração sportswear, com cores muito bonitas. Gostei especialmente, das peças em jersey, dos calções, da saia e do casaco de aspecto metálico e dos blusões verde seco transparentes. Não desgostei dos sapatos, mas achei que para esta colecção faria mais sentido as modelos utilizarem saltos altos.

Alguns looks da colecção S/S 12 da White Tent

Nuno Baltazar é um dos designers portugueses mais aclamados. Penso que o facto das suas roupas corresponderem a tudo aquilo que a maioria das mulheres portuguesas gosta de vestir é "a chave do seu sucesso". Ok, as peças que ele nos apresenta também costumam ter bastante qualidade e isso, sem dúvida, também ajuda. Gostei de vários looks da sua colecção S/S 12. O meu preferido é aquele que vêem na foto à esquerda.

Podem ver as colecções completas, através de imagens publicadas no DAILYMODALISBOA, o blog oficial da ModaLisboa.

Photos: Arquivo ModaLisboa / Fotografia Rui Vasco

sábado, 8 de outubro de 2011

Review dos desfiles do segundo dia da ModaLisboa (colecções S/S 12)

Ontem, aconteceu o segundo dia de desfiles da ModaLisboa. Fiquei um bocado cansado, não só por ser o segundo dia e estar mais gente no evento, mas também porque as pessoas com quem mais andei não paravam! Sempre no ir e vir... club, recepção, desfiles, club, recepção, club, restaurantes, desfiles... Mas, foi giro. Agora, tempo para falar das colecções que vi.

Alguns looks da colecção S/S 12 de V!tor

V!tor. Eu bem tentei correr, quando cheguei ao Paços do Concelho, para conseguir entrar a tempo na sala de desfiles, mas não consegui. Acabei por ficar em pé, num corredor, mesmo junto da porta, de onde saíam as criações e onde se encontrava Vitor, o designer, sorridente, pronto para dizer aos modelos (elas e eles), quando deviam, ou não, partir para a passerelle. Portanto, não foi mau. Fui uma das primeiras pessoas a ver as peças! Segundos antes das pessoas que se encontravam na primeira fila! Achei o desfile muito interessante e divertido, com muitas cores e estampados. No entanto, só depois de ler a press release acerca da colecção é que tudo fez sentido. Vitor inspirou-se em comunidades ciganas, com quais, de certa forma, se identifica pela maneira de ser. Assim, Vitor utilizou, para esta colecção, materiais do seu próprio guarda-roupa, criando peças descontraídas, com uma mistura intensa de cores e padrões que deixa qualquer um com um sorriso na cara. O facto de o designer ter desfilado, no final, também passou a fazer sentido. Achei piada aos vestidos para homem, aos chapéus (muito bonitos!) e às estampagens do Billy Idol e do Wolverine. Aqueles divertidos colares são constituídos por canetas prateadas. São o resultado de uma parceria entre o designer e a Bic.

Depois, aconteceu o desfile do Ricardo Preto, que nos apresentou uma colecção feminina e bastante sensual. Gostei da fluidez dos tecidos e das transparências que, por vezes, atribuíam às peças umas vibes de lingerie. Viram-se padrões florais e aplicações com missangas. Os cabelos das modelos, com algumas madeixas coloridas (cor-de-rosa, vermelho e verde) apimentaram o desfile. À esquerda, um look da colecção de Ricardo Preto.

Quando a primeira modelo do desfile de Luís Buchinho começou a desfilar, peguei no meu caderno e na minha caneta, para começar a tirar notas. Não consegui. A minha caneta tinha deixado de funcionar. Não saía tinta! Foi um sinal. Ao princípio não compreendi. Mas, depois de ver o segundo look, clean, preciso e bonito (a meu ver de inspiração nipónica), a desfilar na passerelle, tudo fez sentido. "Artur, não precisas escrever. A colecção está óptima e é só isso que precisas de dizer aos leitores do teu blog", ouvi uma voz na minha cabeça. Portanto, já sabem... Não vos vou dizer muito, para além do "A colecção está óptima".

Alguns looks da colecção S/S 12 de Luís Buchinho

Confusão! A seguir, à hora de jantar (apesar de na ModaLisboa, não existir hora para isso), o evento encheu-se de gente ansiosa para ver o desfile de Ana Salazar. Às tantas, já não se distinguia a fila de pessoas com convite, da fila de pessoas com acreditação de imprensa. Depois de vários minutos, lá conseguimos entrar (eu e outros amigos com acreditação). A sala de desfiles estava cheia. "É bom que o desfile valha a pena!", pensei eu. E valeu. A banda sonora, pelo menos, era óptima! Óptima, mesmo. As modelos desfilaram como membros de uma tribo saída do Inferno. Viram-se transparências, silhuetas irregulares a condizer com o espírito selvagem da colecção, colares de inspiração tribal e muita atitude. À esquerda, um look da colecção de Ana Salazar.

Podem ver as colecções completas, através de imagens publicadas no DAILYMODALISBOA, o blog oficial da ModaLisboa.

Photos: Arquivo ModaLisboa / Fotografia Rui Vasco

1º dia de ModaLisboa em fotos


Cartaz com calendário referente à plataforma LAB aka parte mais alternativa/cool da ModaLisboa

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Artur In The Woods, um dos blogs oficiais do Fashion Awards Portugal

Fico feliz por anunciar que o Artur In The Woods é um dos blogs oficiais do Fashion Awards Portugal. Assim sendo, espera-se não só a minha presença no evento, que terá lugar no dia 3 de Novembro, no Teatro Tivoli, mas também vários posts com informações/novidades acerca do evento. Os outros blogs oficiais do evento são: ...And This is Reality, Fashion à Porter, Fashion Market's Love, Lab Daily Blog e The Stiletto Effect.

Review dos desfiles do primeiro dia da ModaLisboa (colecções S/S 12)

O primeiro dia já passou. Foi bom. Hoje há mais, mas isso é matéria para um próximo post. Agora, é altura de recapitular o dia de ontem. Como "auxiliar de redacção", tenho um caderninho, no qual tirei notas durante os desfiles (o mesmo que uso para tirar apontamentos nas aulas da faculdade, porque moda, teorias sociológicas e análise de dados funcionam sempre bem juntas, não haja dúvida!), e um "folheto" com press releases que descrevem vagamente as várias colecções.

Começemos pelo início, Os Burgueses. A dupla de designers constituída por Euletério e Mia, apresentou a sua colecção na plataforma LAB, nos Paços do Concelho. Um espaço lindíssimo! O desfile, que envolveu womenswear e menswear, foi marcado por peças bastantes minimalistas, em tons de branco, cinzento e cor-de-rosa pálido, mas também por tecidos axadrezados. Gostei dos fechos-éclair, que apareceram, tanto em looks femininos como masculinos, e de uns curiosos acessórios, maleáveis e coloridos (verde e rosa), que funcionaram como cintos, em looks femininos. O uso de pele, que se manifestou em tons de cinza claro, também acabou por ser uma das partes mais interessantes da colecção. À esquerda, o primeiro look do desfile.

Depois, mudámo-nos para o Pátio da Galé, para assistir ao resto dos desfiles. Alexandra Moura esperáva-nos. Como vocês sabem, gostei imenso da colecção passada de Alexandra Moura, portanto, estava curioso em relação àquilo que ia ser apresentado para a próxima Primavera/Verão. O desfile não desiludiu! Adorei o humor envolvente (ri-me das orelhas coloridas dos modelos e dos óculos feitos de flores e pequenos bonecos, que costumam ser colocados nos bolos de aniversário de crianças (palmeiras e animais)). Os motivos geométricos, as riscas e as combinações de cores fizeram-me lembrar as colecções masculinas da Marni, o que é bom, na minha opinião. Gostei da abordagem do conceito "desconstrução", que se verificou em alguns looks. Aquele conjunto feminino rosa pálido tinha uma espécie de blazer na zona da cintura? Sim, tinha. Adorei as peças em PVC, sobretudo aquela t-shirt e camisa preta para homem. Veredicto: um dos melhores desfiles do dia, apesar de ter achado a colecção demasiado extensa.

Alguns looks da colecção S/S 12 de Alexandra Moura

O desfile de Pedro Pedro também foi um dos melhores do dia. Para quem, como eu, gosta de ver mulheres com saias justas (ou meio justas), ligeiramente acima do joelho, de cintura subida, e com tops curtos, de forma a ver-se uma pequena faixa de pele entre o peito e o umbigo, esta colecção só podia ter sido bem recebida. A elegância, a feminilidade, os lenços e os padrões, que envolveram imagens medievais de cavalos e cavaleiros, fizeram-me lembrar a Hermès. A simetria dos prints, as formas sensuais (as tais saias e tops que referi anteriormente), bem como algumas cores (um verde pálido), remetem-nos para uma versão mais soft da colecção F/W 11/12 da Givenchy. Achei interessante a abordagem, quase no sentido de reinvenção, do trench coat, e do sportswear, através do jersey. No que toca a acessórios, viram-se muitas coisas interessantes. Gostei imenso das clutches tipo envelope. Agora que "olhamos para trás", de facto, nada de muito original foi introduzido, nesta colecção de Pedro Pedro, mas ninguém pode negar a elegância e a qualidade das peças que se viram na passerelle, ontem à noite.

Alguns looks da colecção S/S 12 de Pedro Pedro
 
Depois, assistimos ao desfile de Maria Gambina. Talvez, a colecção menos inspiradora do dia. Gostei de algumas peças masculinas influenciadas pelo sportswear (os blusões e os short shorts) e achei interessante a ideia da estampagem de fotografias alteradas digitalmente, de forma a criar padrões abstractos.

O último desfile foi o de Alves/Gonçalves que, como já se esperava, atraiu muitas VIPs. A banda sonora (Eurythmics, se não me engano) era óptima e conseguiu manter-me "distraído" durante algum tempo. O tempo em que, pela passerelle, não desfilavam as melhores peças da colecção - uns vestidos em bege claro, quase branco, com padrões em relevo, tipo renda (imagem à esquerda).

Podem ver as colecções completas, através de imagens publicadas no DAILYMODALISBOA, o blog oficial da ModaLisboa.

Photos: Arquivo ModaLisboa / Fotografia Rui Vasco

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

NIKEiD - Os meus ténis hyperfuse personalizados

Como alguns de vocês se devem lembrar, na tarde do dia 8 de Setembro (Fashion's Night Out), fui convidado para personalizar uns ténis dotados da tecnologia hyperfuse, na Nike Store do Chiado. Anteontem, chegaram a casa. Vejam as fotos! Estão giríssimos! Gostei imenso do resultado. Vão, sem dúvida, ao encontro do meu estilo pessoal. Além disso são super confortáveis. E como se tratou de uma personalização "a sério", vejam só o que eu acrescentei na parte de trás dos ténis... Obrigado, Nike! Parece que já sei o que vou calçar na ModaLisboa. ;)

Transfusion

Começa, hoje, mais uma edição da Lisboa Fashion Week aka ModaLisboa. Fiquei atentos, pois esperam-se vários posts! Texto, imagens e (talvez) vídeos. Depois de Nova York, Londres, Milão e Paris, é a vez de Lisboa. As colecções nacionais para a próxima Primavera/Verão esperam-nos! São quatro dias de desfiles (6, 7, 8 e 9 de Outubro).

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Terminou, hoje, a Semana da Moda em Paris.

Marc Jacobs desiludiu um bocado com a nova colecção da Louis Vuitton. Depois de terem sido apresentadas as magníficas peças de Outono/Inverno 11/12, as minhas expectativas estavam um bocado altas. Infelizmente, não houve nada de muito inspirador no desfile de hoje. A colecção da Miu Miu salvou o dia. Aprecio imenso o "experimentalismo" da marca secundária da Miuccia Prada. Gostei especialmente das botas com pequenos arabescos e rosas. Fizeram-me lembrar a estética de certos filmes do Tarantino. Em relação a isto, sei que estou um pouco atrasado, mas gostei de alguns looks da Hermès e adorei os sapatos da Yves Saint Laurent!

terça-feira, 4 de outubro de 2011

inspirações

Mais uma representação visual de coisas que me têm inspirado nos últimos dias. No sentido dos ponteiros do relógio, a começar pela canto superior esquerdo. (1) Editorial da nova edição da Vogue Hommes Japan, fotografado por Hedi Slimane. (2) The strenght of weak ties de Mark Granovetter. Uma tese sociológica interessante, que revela a grande importância dos laços fracos (relações pouco intensas entre indivíduos), nomeadamente, no acto de procurar/conseguir emprego. (3) As sereias de Michael Dweck. Uma série de fotografias fantásticas! Depois de Lady Gaga, Mary Katrantzou, Versace, Givenchy e Chanel, podemos dizer que as sereias e outros motivos marinhos estão, sem dúvida, na moda. (4) O Grande Gatsby de F. Scott Fritzgerald. Depois de milhões de pessoas me terem aconselhado a ler este livro, decidi comprá-lo. Neste momento, estou a meio... E a adorar! (5) Uma foto de cortar a respiração, perdida no Tumblr.

Bloggers of Portugal - ID #002 - Artur In The Woods

Há uns dias atrás, reuni-me com a Carmo (do blog Carmo avant Chanel) e com dois amigos dela (o Bruno Amaral e o Pedro Amaral), para responder a uma mini entrevista filmada. Apesar de me sentir pouco à vontade em frente de câmaras, resolvi aceitar o convite, porque sabia que o resultado ia ser giro. Trata-se do segundo episódio de uma série vídeos, intitulada Bloggers of Portugal, que pretende retratar vários bloggers de moda portugueses. A protagonista do primeiro vídeo é a Vanessa, do Pure Lovers (vejam aqui). Agora, deixo-vos com o meu episódio... Obrigado, à Carmo, ao Bruno e ao Pedro. :)

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Sereias e surf, segundo Riccardo Tisci

Gostei imenso da nova colecção da Givenchy. Sim, adorei a ironia das colecções passadas (aqueles prints digitais, panteras negras e rottweillers), mas fico feliz por ver que o Riccardo Tisci voltou a dar enfoque aos detalhes e ao corte das peças. Na minha opinião, é nisso que ele é realmente bom. Adorei os looks com "ondulações" de tecido na parte da frente. Tenho a certeza que a Carine Roitfeld também os adorou. São tão o estilo dela! Achei o casting impecável. Mariacarla Boscono, Gisele Bundchen, Natalia Vodianova, Natasha Poly... um gang de veteranas! We love them!

domingo, 2 de outubro de 2011

Céline - um breve comentário.

Adorei a nova colecção da Céline. Uma pausa nos prints e nas cores fortes que têm invadido as passerelles nos últimos tempos, começava a tornar-se necessária. Um pouco de austeridade não faz mal a ninguém. Silhuetas disciplinadas, pouca fluidez, cinturas subidas, cintos largos, ombros definidos, cores escuras (à excepção de alguns apontamentos em acessórios e do vermelho vivo que se fez notar em três looks), pele e sapatos altos compactos, preenchem a visão estética de Phoebe Philo para a próxima estação de Primavera/Verão 2012. Muito prática e elegante. Vejam a colecção completa aqui.