quarta-feira, 31 de agosto de 2011

"React intelligently... be a gentleman with a punk heart."


Tomar conhecimento de novos talentos é algo que me dá prazer. Yang Li já está na minha lista de designers promissores. Estudou na conceituada Central Saint Martins e já trabalhou com Raf Simons. A sua filosofia e visão artística agradam-me. A AnOther Magazine divulgou, ontem, um pequeno filme promocional da primeira grande colecção de Li (S/S 12), que será apresentada num showroom, durante a próxima edição da Paris Fashion Week. Cliquem aqui, ou na imagem, para verem o vídeo e lerem o artigo completo.

The Wanderer

Uma das minhas colecções favoritas desta temporada, vista através da lentes de Willy Vanderperre (aka meu fotógrafo de moda favorito). The Wanderer, um filme protagonizado por um dos mais promissores newcomers, Victor Nylander, retrata, de um ponto de vista cinematográfico, a colecção F/W 11/12 da Dior Homme, assinada por Kris Van Assche. Cliquem aqui, para verem as fantásticas fotografias que acompanham o vídeo.

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Enquanto não acontecem coisas relevantes no mundo da moda...


Aqui fica uma espécie de lista, com algumas coisas que tenho visto/ouvido/lido e gostado, nos últimos tempos.

1. Balenciaga Pre-Fall 2010. Tenho adorado esta colecção. Apesar de "antiga", é uma verdadeira inspiração para este Outono. As texturas e as cores são lindíssimas, mas o que eu mais gosto nela são as silhuetas. Super elegantes! Vejam a colecção completa aqui.

2. Bonés Supreme em pele de cobra. Pertencem à nova colecção (Fall/Winter 11/12) da marca nova-iorquina e são perfeitos para serem usados com as últimas peças masculinas da Jil Sander.

3. Comprei o DVD do novo filme da Sofia Coppola, Somewhere, o que significa que a minha colecção de filmes dela voltou a estar completa. A história é muito bonita e a parte visual está fantástica, como já se espera de qualquer trabalho da realizadora.

4. Decidi dar, finalmente, atenção ao fenómeno que é a banda Salem. Estou completamente apaixonado pela sua sonoridade, capaz de criar uma atmosfera dark, assombrada, mas ao mesmo tempo, melancólica e nostálgica... Muito bons, mesmo. Adoro a Frost.

5. A Chloë Sevigny está morena, por causa de um papel que vai desempenhar numa mini-série chamada Hit and Miss. Até agora, a única informação disponível acerca do argumento é que a personagem de Chloë é uma assassina transexual chamada Mia. Paul Abbott é o criador do projecto, o mesmo da fabulosa série britânica Shameless. Sounds awesome! Can't wait! Estreia prevista para 2012.

sábado, 27 de agosto de 2011

Isto é um post sobre revistas.

Depois de uma meticulosa análise e selecção, já me decidi, em relação às revistas que irei comprar nos próximos tempos. Não foi uma tarefa fácil, mas teve mesmo de ser feita. Ficaria sem um tostão, se comprasse todas as fabulosas edições que têm sido lançadas este mês. As escolhidas são, então, a Garage, a Pop e a Purple Fashion


Para quem não sabe, a Garage é uma revista nova, criada por Dasha Zhukova, a antiga directora da Pop Magazine. Pelo que tenho lido, parece ser uma revista bastante interessante. Nesta primeira edição, a Garage vai contar com contribuições de Hedi Slimane, Nick Knight e Richard Prince. Soa-me bem! Além disso, sempre quis comprar o primeiro número de uma revista. Acho que chegou o momento certo.

Na minha colecção de revistas, não existe nenhuma edição da Pop. Aquela que tinha a Britney Spears na capa, jutamente com as ilustrações do Takashi Murakami, escapou-me, infelizmente. A nova edição da revista parece estar boa. Inclui um artigo/editorial associado à Proenza Schouler. Só por isso, vale a pena... Gosto de todas as capas, mas espero conseguir a da Freja.

Purple Fashion. Esta é daquelas revistas que, na minha opinião, vale sempre a pena comprar. Gosto do seu design, a qualidade do papel é excelente e os textos e os editoriais costumam ser óptimos. Esta nova edição conta com contribuições de Collier Schorr. Não vale a pena, dizer mais nada.

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Uma questão de fecho.

Eu gosto imenso de camisolas de gola alta. Para além de terem um aspecto bastante europeu, que me agrada especialmente, acho que são peças extremamente elegantes. A camisola de gola alta que vêem na foto acima, é da Lanvin e está à venda na SSENSE. Adoro a forma como ela se ajusta ao corpo e o facto de parecer que está do avesso. No entanto, o que mais me atrai nesta camisola é o fecho-éclair, disposto ao longo da zona da coluna. Faz-me lembrar os fatos de mergulho. E eu ADORO fatos de mergulho. Aliás, na minha opinião, devia haver uma lei que obrigasse todas as pessoas a vestir apenas fatos de mergulho. Don't ask.

O pormenor do fecho-éclair lembra-me, ainda, a colecção de Primavera/Verão 2011 do Raf Simons. Nela, o designer belga apresentou-nos fabulosos tops com fechos-éclair nas costas, inspirados em peças de arquivo do seu conterrâneo e ídolo, Martin Margiela.


Photos: Dazed Digital

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

U BETTA C.T.F.O.


No sentido dos ponteiros do relógio, a começar pelo canto superior esquerdo: Paolo Roldan para a VMAN (Janeiro de 2011), Uma foto que encontrei no Tumblr (autor desconhecido), VICE (The Education Issue), Chloë Sevigny e Terry Richardson numa capa da i-D, Foto de Corrine Day para a i-D (Setembro de 2000), Chloë Sevigny, Petter de Potter, Poster do Notre Jour Viendra de Romain Gavras.

O desfasamento entre classes sociais e o descontrolo da situação económica são coisas terríveis, não haja dúvida. Todavia, fico feliz por estar a viver num momento conturbado da nossa História. Gosto de pensar que faço parte de um período crucial, essencial, que vai permitir a nossa sociedade evoluir para melhor. Além disso, admiro o impacto que estes conflitos têm na nossa cultura (arte, moda, música, cinema...). Sou um grande fã de criativos que transformam os "podres" da nossa sociedade em obras de arte. Gosto do banal, da juventude urbana e do sportswear, vistos através de uma perspectiva artística.

Nesse sentido, a VICE, a i-D e a Purple Fashion são revistas que me educam bastante. Com textos fabulosos e contribuições frequentes de artistas como Terry Richardson, Ryan McGinley e Collier Schorr, estas publicações elogiam e retratam de forma fiel a nossa sociedade, dominada por vícios, poluição (todos os sentidos da palavra) e mudanças constantes.

A colecção Spring/Summer 2002 de Raf Simons, uma das mais emblemáticas do designer, representou uma juventude revoltada, cansada de ser desprezada pelas gerações anteriores. Os modelos desfilaram com a cara tapada, alguns com tochas na mão, como se tivessem participado em violentos tumultos. Exibiram looks essencialmente brancos e t-shirts com mensagens estampadas. Em baixo, um pequeno vídeo sem som, com excertos do desfile.


Graças ao Transmission 1, fiquei a conhecer o trabalho de Peter de Potter, um artista que costuma escrever para várias revistas, incluindo a i-D. Potter já trabalhou várias vezes com Raf Simons. Neste momento, publica alguns dos seus trabalhos em dois tumblrs: I Am an Image Machine e Angelic Starts. Vale a pena visitá-los.


Alguns trabalhos disponíveis nos tumblrs de Peter de Potter

No que toca a cinema e seguindo esta estética, um dos meus artistas preferidos é o Romain Gavras, um realizador francês conhecido por dirigir video-clips controversos para artistas como M.I.A. e Justice. Gavras também realizou alguns anúncios para a Adidas. A sua mais recente longa metragem chama-se Notre Jour Viendra e conta com a participação de Vincent Cassel como uma das personagens principais. Vi o filme há já algum tempo, mas continuo absolutamente deslumbrado. Uma história completamente absurda e perturbadora, mas ao mesmo tempo lindíssima. Deixo-vos com o trailer.

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

AITW Playlist #1 - SPICY AUGUST!


Lara Stone e Randy Johnston fotografados por Alasdair McLellan para a i-D (Novembro de 2008).

Como vocês já devem ter reparado, não tem acontecido muita coisa relevante no mundo da moda. Causa: preparativos para as Semanas da Moda que se avizinham. Para quem ainda não sabe, a New York Fashion Week começa já no dia 8 de Setembro. Para passar o tempo e para não deixar o blog desactualizado, resolvi concretizar uma ideia que já tinha em mente há algum tempo - fazer playlists para o blog. Sim, porque eu tenho um gosto musical super chic. Espero que vocês não se importem com a ideia. Para tornar as coisas mais fashion-related, em todos os posts de playlists vou colocar uma fotografia de moda (como a que se encontra neste post).

A primeira playlist do blog chama-se SPICY AUGUST! - uma playlist ecléctica, que inclui 10 músicas "picantes", quer a nível de letra, quer a nível de batida. A colectânea começa de forma bem atrevida, a meio torna-se eufórica e, no final, "cai", ficando um pouco melancólica e romântica. Diverti-me imenso a construí-la! Espero, sinceramente, que gostem dela. :)

artur in the woods - Playlist #1
SPICY AUGUST!

sábado, 20 de agosto de 2011

Eu, armado em Nostradamus.


Em espiral (no sentido dos ponteiros do relógio), a começar pelo canto superior esquerdo: Toni Garrn na nova edição da Numéro, Editorial fotografado por Steven Meisel para a edição de Agosto de 2010 da Vogue Itália, Detalhe da colecção Givenchy Fall 2011, casaco Burberry London, foto de derrame de petróleo, Nicolas Ripoll para a Dazed & Confused, foto de derrame de petróleo, mala Patent PS1.

Ultimamente, tenho adorado peças deste género, em pele ou plástico envernizado. Pretas ou azuis escuras. Estamos prestes a testemunhar um cenário apocalíptico. Vai haver guerras nucleares, vários derrames de petróleo e teremos dificuldade em respirar, pois o ar estará contaminado. Um ambiente absolutamente caótico. Nessa altura, eu estarei vestido a rigor, pronto a enfrentar as condições adversas em que o nosso planeta se vai encontrar, com uma máscara de gás, um casaco da Burberry London e uma mala Patent PS1.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Um curador e jornalista nova-iorquino


No sentido dos ponteiros do relógio, a começar pelo canto superior esquerdo: Desfile de Patrik Ervell fotografado por Tommy Ton, Look Marni F/W 11/12, Sapatos Balenciaga F/W 10/11, foto de street-style, Casaco Burberry Prorsum, Piet Mondrian, Mick Jagger nos anos 70, Windsor EF Light Condensed (Tipo de letra preferido do Woody Allen).

Não me consigo lembrar do nome dele. Sei que é dono de uma galeria de arte e que escreve para o The New York Times. Adora a estética dos anos 70. Para ele, os Rolling Stones são uma religião. Muitos dos seus amigos trabalham no Condé Nast Building. Gosta dos filmes do Woody Allen e costuma vir várias vezes à Europa, para assistir, na primeira fila, a importantes desfiles. Tenho a certeza que já foi fotografado pelo Tommy Ton, ou pelo Scott Schuman. I mean, ele tem estilo para isso!

O homem que acabei de descrever, apesar de não existir na realidade, vai ser uma das minhas inspirações para este Outono. Espero que ele também vos inspire. ;)

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Transmission 1

No mês passado, a Mercedes Benz lançou um portal online de lifestyle, chamado THE AVANT/GARDE DIARIES, que para além de divulgar talentos de várias vertentes artísticas (design, moda, música...) através de entrevistas, será um pretexto para a realização de vários eventos culturais muito especiais. Para cada um desses eventos será convidado um comissário de arte diferente, uma personalidade relevante do universo das artes. O primeiro evento, Transmission 1,  aconteceu no mês passado, em Berlim, e serviu como cerimónia de inauguração do portal. Raf Simons foi o comissário de arte convidado. Através de exposições e concertos, o designer divulgou o trabalho de alguns dos seus artistas preferidos. Em baixo, podem ver um vídeo do evento. 


Para ser honesto, não sei por que não fui convidado. Anyway, o evento reflectiu, de facto, a estética do Raf Simons. Estava tudo tão bonito! Also, a Susie Bubble é, sem dúvida, uma das melhores bloggers de moda. Ela é chic, percebe realmente do assunto e não anda sempre a querer aparecer. Continuem a adorar as vossas saladas loiras e os vossos brindes de moda, enquanto eu leio os posts de uma blogger de moda como deve ser, etc. Cliquem aqui, para lerem um post dela acerca do evento.

Chic comment system, tbh.

Só para dizer que voltei a instalar o DISQUS, no blog. Para quem não sabe, o DISQUS é um sistema de comentários prático e moderno, que torna mais dinâmicas as relações entre comentadores. Quando o instalei, pela primeira vez, no blog, muitos de vocês não gostaram dele. Mas, sabem que mais? I don't care. lol O sistema é super fácil de utilizar. U MAD? Deal with it.

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Suspiro...

Colecção S/S 2003 de Helmut Lang. Ver mais.

Oh, man... Isto é tão bom! Não há duvida, que Helmut Lang é um génio e que o seu nome será, para sempre, um dos mais importantes do mundo da Moda. Tenho passado horas e horas a vasculhar as suas colecções no Style.com. Gostava que existissem mais imagens em boa qualidade, quer dos seus desfiles, quer das suas campanhas. Tudo o que ele fez é absolutamente imaculado, perfeito... Sim, Lang já tem um lugar garantido, no Paraíso, ao lado de Raf Simons, Nicolas Ghesquière e Riccardo Tisci.

domingo, 14 de agosto de 2011

Declaração

Tens sido uma das minhas últimas obsessões. Tens uma beleza imperfeita. És uma extraordinária actriz e uma belíssima cantora. A tua árvore genealógica é interessante. O teu estilo, uma mistura de elementos masculinos e femininos, cativa-me. És o reflexo da Vogue Paris. Gostas de Balenciaga e és amiga do Nicolas Ghesquière. O teu sotaque é adorável, quando falas inglês. Gosto de ti, Charlotte Gainsbourg. (Photos: Zimbio)

Charlotte Gainsbourg ft AIR - Everything I Cannot See by vivianemenezes

sábado, 13 de agosto de 2011

Feeling a bit romantic

O "quadro de inspiração", que vêem abaixo, reflecte o meu estado de espírito, os meus pensamentos, e aqueles que, neste momento, são os meus fúteis desejos. A análise individual de cada um dos elementos do "quadro" vai ser feita por uma ordem simples, como se a pessoa estivesse a ler, ou seja, da esquerda para a direita, sempre.

 1. Retrato de Prof. Pyotr Kapitsa e Prof. Nikolay Semyono, pintado por Boris Kustodiev. Lindo, não é? Ando apaixonado por ele. Verdadeiramente inspirador. Perfeito, para "iniciar" o "quadro de inspiração".

2. Cheguei, recentemente, à conclusão de que o Roger Radcliffe é a personagem masculina da Disney mais bem-vestida, inteligente e charmosa. Aposto que, em algum momento da sua vida, chegou a ser um modelo exclusivo da Burberry. Vamos recordar aquela cena musical icónica?

3. Livros. Tenho que recomeçar a ler boas histórias. Tenho sido um devorador excessivo de informação rápida (Internet, revistas, manuais da universidade...). Há muito tempo, que não leio uma boa ficção. Posso começar pelo clássico "Reviver o Passado em Brideshead", ou não. Escolhi-o, para ilustrar o "quadro", apenas porque se inseria na estética.

4. Um retrato desenhado por John Singer Sargent. Para quem não sabe, eu adoro desenhar. Apesar de já não o fazer, há já algum tempo (desde que as aulas, na faculdade, terminaram), hoje, apeteceu-me rabiscar uma folha. Soube bem. Não, não vou partilhar o resultado aqui, porque sei que muitos dos leitores deste blog são óptimos artistas! Compreendam... Não quero ofender ninguém.

5. Inspiração para a os dias mais frios das próximas duas estações: Freja Beha Erichsen numa edição da revista DOSSIER. Malhas, swag, nevoeiro e paisagens naturais... O quadro está pintado!

6. A nova colecção da Rodarte para a Opening Ceremony inclui vestuário masculino perfeito! Não me importava de ter qualquer uma das peças da colecção, mas confesso que dou preferência àquelas fabulosas malhas. Vejam o lookbook completo aqui.

7. As meias de lã com textura (existe algum nome específico, para o tipo de meias que se vê na imagem?) estão sempre in, no meu mundo. Sintam-se à vontade para as usarem com tudo. De preferência, com nada. Aposto que o Roger Radcliffe tem, pelo menos, um par delas, no seu armário. (Photo: FANTASTIC MAN)

8. Walt Disney. Já não é a primeira vez que isto me vem à cabeça, mas estou a pensar, seriamente, em começar uma colecção de DVDs dos Clássicos Disney. Tenho uma colecção infindável em VHS, mas já não tenho leitor para ela. Estou com medo que, daqui a uns poucos anos, venha um sucessor do formato DVD e eu esteja prestes a fazer aquilo a que chamamos de um "mau negócio". #firstworldproblems

O "quadro de inspiração" termina com uma música, uma daquelas que me faz entrar no mood, que condiz com o título deste post... Senhoras e senhores, a sempre romântica e sensual Avalon dos Roxy Music.

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Just can't get enough

Não, isto não é um momento Depeche Mode. Eu explico: o universo da moda anda um bocado parado (preparativos para as Semanas da Moda que se avizinham) e, hoje, apetece-me falar sobre coisas em que ando viciado. Os temas serão vários, indo do design gráfico, à música, passando, por colecções e revistas. Portanto, preparem-se! Vai ser um loooongo post. Não gostam?! Deal with it.

A arte de criar capas de discos. Fiquei feliz por, nesta semana, ter tomado conhecimento das artes de Peter Saville. Há muito tempo, que não me identificava tanto com o trabalho de um artista. Ele é um designer gráfico britânico, muito conhecido pela criação de capas de álbuns de algumas das mais icónicas bandas inglesas (Joy Division, New Order, Roxy Music, Suede...). Para além disso, Saville também é conhecido por trabalhar com algumas das mais importantes personalidades e marcas internacionais de moda (Nick Knight, David Sims, Dior, Jil Sander, Stella McCartney, Yohji Yamamoto, Vivienne Westwood...). As imagens seguintes são alguns dos meus trabalhos preferidos de Peter Saville (todas elas, capas de álbuns dos New Order).



Ainda ando completamente apaixonado pela colecção Resort 2012 da Céline. Vejam-na completa, aqui. Não sei, exactamente, o que me faz gostar tanto dela. Julgo que seja a mistura de padrões, cores e materiais pouco usuais, aliada à qualidade de imagem muito badass do lookbook. Devia haver uma versão masculina desta colecção!


Supreme. Todos vocês já devem conhecer esta marca nova-iorquina. Ela não pára de proliferar, na cultura-popular dos grandes centros urbanos! A sua estética está fortemente relacionada com as culturas do skatehip-hop e punk rock. A sua colecção S/S 11 está muito boa, contendo peças bastante apetecíveis, divertidas e práticas. Yep, também quero vestir roupas da Supreme!



Revistas! Vocês sabem que eu as adoro! A nova edição da LOVE, chegou finalmente a Portugal e eu já tenho o meu exemplar (Lara Stone na capa). Por fora, é toda em tons pastel de azul e cor-de-rosa. Apetece come-la! Falando do que interessa (ou não, porque tenha a certeza de que não sou o único geek das capas), o conteúdo está muito bom. Bons textos, boas entrevistas e editoriais ainda melhores! Sim, o "What Lies Beneath" está óptimo, mas o editorial fotografado pelo David Sims ("Private Lives"), que ainda não está disponível online, mas que eu tratei de fotografar parcialmente (ver imagem abaixo), é o melhor desta edição, na minha opinião. Simplesmente, lindíssimo!


Ainda sobre o mesmo assunto... Ando a querer comprar três revistas. Pelo que tenho visto na Internet, todas elas têm conteúdos óptimos. Falo da Volt Man, da HUGE e da Fantastic Man. Se, em breve, comprar alguma destas revistas, partilho convosco as minhas impressões aqui, no blog, claro! ;)


Música. Adoro terminar os meus posts com sugestões musicais. Faz-me sentir intelectual, de alguma maneira. Don't ask. Ultimamente, tenho andado ansioso pelo lançamento de dois álbuns, que vão ser lançados no início de Setembro. Um é o Era Extraña dos Neon Indian. Fallout e Polish Girl, foram os dois singles divulgados, até agora. O outro álbum é o Father, Son, Holy Ghost dos GIRLS. A Vomit não tem parado de tocar, por aqui! De qualquer maneira, deixo-vos com a Fallout, da primeira banda.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Silver and Gold

Este é mais um daqueles posts. A colecção F/W 11/12 de Stella McCartney é absolutamente maravilhosa, no que toca a silhuetas. Os looks apresentados no desfile exibiam linhas muito definidas e alteravam as proporções físicas humanas das modelos, de tal modo, que por vezes elas faziam lembrar belas esculturas. Outro elemento, do qual gostei, nesta colecção de Outono/Inverno de Stella, foi o uso de prints e materiais de aspecto metalizado (prateados e dourados). Dois dos meus looks preferidos da colecção, fazem-me lembrar trabalhos de outros dois artistas que eu aprecio - Nicolai Howalt e Takashi Murakami.

No lado esquerdo, um vestido prateado da colecção F/W 11/12 de Stella McCartney.  No lado direito, duas fotografias de Nicolai Howalt pertencentes à sua colecção "Car Crash Studies".

No lado esquerdo, duas fotografias de uma escultura dourada de Takashi Murakami. No lado direito, um vestido dourado de silhueta invulgar, arredondada e definida, pertencente à colecção F/W 11/12 de Stella McCartney.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

É preciso ter SWAG(GER)

Mais vale tarde do que nunca. Até ontem, a SWAGGER era, para mim, uma marca completamente desconhecida. Fiquei a conhece-la, graças a um post do Hypebeast que falava sobre a sua mais recente colecção (Fall/Winter 2011/12). Ainda que de uma forma um pouco exagerada, a nova colecção da marca japonesa reflecte bem o meu estilo pessoal. Aprecio, sobretudo, a fusão de estilos (grunge, hip-hop, skateboarding), que resultou em looks cool de várias camadas, muito masculinos, jovens e descontraídos. Vejam a colecção completa, clicando aqui.

Photos: Hypebeast

domingo, 7 de agosto de 2011

Summer vacation!

No sentido dos ponteiros do relógio, a começar pelo canto superior esquerdo: uma ilustração que encontrei no Tumblr, Miami à noite + crianças felizes numa piscina, Stella McCartney Resort 2012, calções Jean Paul Gaultier S/S 12, camisa Rag & Bone S/S 12.

Com recurso a divertidos estampados, na sua mais recente colecção Resort, Stella McCartney foi uma das primeiras designers a abordar esta estética, que nos remete para parques de diversão aquáticos e destinos "tropicais-comerciais" como Miami. Jean Paul Gaultier e Rag & Bone surgiram, dias mais tarde, com estéticas semelhantes, nas suas colecções S/S 12. Alerta tendência fabulosa! Faz-me lembrar a minha infância, os tempos em que usava t-shirts com ilustrações muito coloridas de animais, ouvia Aqua, via o Jurassic Park 108273482 vezes, por mês, e usava óculos de água, bóias e braçadeiras coloridas, quando ia à piscina.

Sabem o que esta estética me faz lembrar também? As campanhas das colecções masculinas de Gianni Versace (incluindo as da Versus) dos anos 90. Miami, piscinas, água reluzente, palmeiras, cores fortes e padrões tropicais... I miss you, Gianni. Felizmente, a Donatella decidiu voltar às raízes da marca, através da colecção masculina S/S 12. Tacky?! Não, apenas uma sensualidade e elegância muito próprias.

Campanhas Gianni Versace e Versus (by Gianni Versace) dos anos noventa. Não me lembro da fonte.

Ainda na mesma "onda" (Ugh! Odeio dizer isso...), deixo-vos com um video-clip do Juiceboxxx. A fraca qualidade da imagem e dos efeitos reforça aquele ambiente de férias dos anos 90. I like it!

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Iserir um título inteligente aqui.

 No sentido dos ponteiros do relógio, a começar pelo canto superior esquerdo: Chloë Sevigny para a Self Service; quadro de Dan Colen; Prada S/S 12 (Menswear); Polaroids de Ezra Petronio para a Self Service; Céline Resort 2012; Quadro de Takashi Murakami.

Quando a poluição visual deixa de ser incómoda e passa a ser charmosa. Quando o feio passa a ser bonito. Quando os gostos são desafiados. A dissonância cognitiva invade constantemente a minha vida, sem pedir licença, mas eu não me importo. Já não me importo. Ela é uma rapariga invulgarmente bonita e sensual, que existe na minha mente, e que me pressiona, até eu conseguir aceitar a beleza das coisas socialmente definidas como feias. Eu não gosto do trabalho da Miuccia Prada porque a Vogue me diz que é assim que deve ser. Sinto-me sortudo por entender a essência da Prada (ou, pelo menos, por achar que entendo...). Tanto a Arte como a Moda equivalem a Diversão e Celebração. Não as levem a sério, mas também não as subestimem.

Post demasiado pretensioso e confuso?! Sim, eu sei que parece... Mas a minha intenção não era essa. Juro.
Façam assim: não o levem a sério. Mas também não o subestimem!

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Summer/Winter Mood

Por incrível que pareça, ainda não estou farto do Verão. Para quem não sabe, farto-me com frequência das estações do ano, principalmente das mais quentes, antes delas chegarem a meio. No entanto, ultimamente, tenho pensado bastante no Outono e no Inverno e no quanto eu gosto das roupas características dessa altura do ano. Por isso mesmo, nos últimos dias, tenho procurado inspiração, para os dias mais frios, em tumblrs, vídeos e lojas online. E não, não estou louco. Até a mais banal das lojas online já está a promover a sua colecção de Outono.

Eu gosto quando as pessoas dizem que não é preciso muito dinheiro para se vestir bem. É verdade, não é preciso… Mas, dizer isso é ocultar uma parte da realidade, pois quando uma pessoa tem dinheiro, um montante considerável, consegue vestir-se ainda melhor e adquirir peças com mais qualidade. Espero que compreendam a minha ideia, e não a interpretem mal... Para se vestir bem, acima de tudo, uma pessoa precisa de bom gosto.

Passando à frente, aqui ficam cinco coisas das quais gosto muito (e gostava de ter), neste momento. Um gorro da Paul Smith, uma sweater tricolor da Marni (Oh, Marni! Tu, outra vez…), uns ténis New Balance em bordô, uma mochila Eastpak da mesma cor dos ténis, com alguns apontamentos em pele camel e, finalmente, a única coisa gratuita do conjunto - uma campanha da colecção S/S 11 da SIBLING, filmada pelo magnífico Alasdair McLellan. Ver vídeo, no final do post.

Christopher Kane Clutch


Possivelmente, o acessório mais original para a próxima temporada, Outono/Inverno 11/12. As clutches do Christopher Kane, em plástico transparente, preenchidas com geles coloridos, já estão à venda na loja online Net-a-Porter. Disponíveis em dois esquemas de cores (azul e cor-de-rosa; azul e verde). A clutch preferida d' A Pequena Sereia!

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Virtualmente adorável

Eu adoro quando as campanhas de moda são originais, artísticas, invulgares, irreverentes... A nova campanha (F/W 11/12) da linha McQ de Alexander McQueen é isso tudo. A casa britânica juntou-se ao fotógrafo David Sims e ao artista de Internet Aaron Parsons, que já trabalhou com a M.I.A., e saiu-se com estas imagens fabulosas! No site da marca, podem encontrar esta campanha a ganhar vida, através de pequenas animações.

Photos: McQ

Agalmatofilia

A curiosidade começou, quando, há pouco tempo, decidi voltar a folhear uma edição da Citizen K Internacional, que tinha aqui na minha pilha de revistas. Trata-se da edição Fall 2010, que inclui um artigo sobre a vida e obra de Jean-Léon Gérôme. Não sou muito bom a ler francês, por isso, muita da informação que lá está escrita, passa-me ao lado. No entanto, adoro apreciar as imagens! Um dos meus quadros favoritos de Gérôme, que aparece nessa edição, é o Pigmaleão e Galatea (1882).

 Pigmaleão e Galatea (1882), por Jean-Léon Gérôme

Não sou um especialista em Mitologia Grega (infelizmente, sei muito pouco acerca dela), mas estamos no século XXI e, portanto, a Wikipédia é uma das nossas melhores amigas. Segundo essa grande fonte, Pigmaleão, para além de ter sido rei de Chipre, era escultor. O rapazinho não conseguia achar piada às miúdas da sua ilha, por isso, vivia em celibato. Um dia, pegou numa grande pedra e começou a esculpir a mulher perfeita, Galatea. Quando acabou a obra, apaixonou-se por ela! Depois, tsipuh, assim do nada, aparece a Afrodite (deusa grega da beleza, do amor e da procriação), que decide ajudar o pobre rapaz, transformando a estátua, Galatea, numa mulher real, humana. Tão querida! A partir de então, Pigmaleão e Galatea casaram-se, tiveram uma filha (Pafos) e viveram felizes para sempre. Sweet!

Agalmatofilia é o nome dado à atracção sexual, que alguns humanos sentem, por estátuas. Este tema, já foi abordado várias vezes no universo da moda. Numa entrevista dada, à edição de Fevereiro de 2011 da revista Interview, Tom Ford confessou sentir atracção sexual por mulheres, da mesma forma que o sente por uma bonita escultura. Existem, também, muitos editoriais de moda com referencias à Agalmatofilia. Vejam os seguintes casos. (As legendas e fontes das imagens estão no final do post).